fbpx
Consultoria Tributária, o que esperar para 2021

Consultoria Tributária, o que esperar para 2021

A virada de ano se aproxima e é hora de pararmos para descansar e refletirmos sobre o ano que passou e o que podemos fazer de diferente nos próximos 12 meses para garantir melhores resultados. Pensando num 2021 promissor, elencamos alguns temas que julgamos muito importantes para a área tributária e que devem ser acompanhadas como forma de planejamento. Boa leitura!

Tramitação da reforma tributária

No âmbito federal, é esperado a tramitação e aprovação da CBS – Contribuição sobre bens e serviços, tributo que substituiria as contribuições para PIS e a COFINS. A reforma, no entendimento do Executivo tem o objetivo de simplificar e desburocratizar a apuração e recolhimento de tributos, entretanto, conforme apontado por especialistas, na ponta do lápis significa aumento da carga tributária, principalmente para o setor de serviços.

Esse é o primeiro passo do plano do governo para implementar a almejada reforma tributária, que deve ainda abranger impostos como IPI, IRPJ/CSLL e outros.

Revisão do regime tributário para 2021, principalmente para os seguimentos impactados pela recessão econômica de 2020.

O ano de 2020 foi atípico para todos, em função da recessão econômica por conta do COVID 19. Alguns seguimentos foram mais afetados com a paralisação da produção, fechamento de lojas e afins, que causaram prejuízos operacionais.

A virada de ano é um bom momento para projetar 2021, inclusive quantos aos tributos que devem ser pagos. Fazer um trabalho de planejamento tributário ajuda a empresa a ter a menor carga tributária possível.

Teses tributárias

O que também continua em evidência em 2021 são as teses tributárias que questionam a cobrança de tributos e da ao contribuintes amparo legal para reduzir a carga tributária da operação garantindo maior margem de lucratividade e competitividade.

No estado de SP – pacote de ajuste fiscal, efeitos a partir de janeiro de 2021.

Através do decreto 65.255/2020, o governo paulista promoveu uma série de alterações no ICMS, objetivando a redução benefícios fiscais e consequente aumento carga tributária do imposto para o consumidor final.

Vale ficar atento se o seu negócio foi impacto por estas alterações para trabalhar em conformidade com a lei e evitar riscos e questionamentos desnecessários.

Deixe uma resposta

Fechar Menu