fbpx
3 erros que os empresários mais comentem em relação a Impostos

3 erros que os empresários mais comentem em relação a Impostos

Como já comentado neste blog em outras oportunidades, a carga tributária brasileira é alta e os trâmites e formas de cálculos são extremante complexos e dinâmicos, o que contribui para um enorme tempo gasto com burocracia tributária. E, claro, mesmo com toda atenção, existe o risco do empresário não conseguir cumprir com excelência todas regras e obrigações impostas.

A falta de um acompanhamento efetivo pode causar prejuízos, seja por eventual recolhimento desnecessário dos tributos (trazendo perda de competitividade), seja pela falta do recolhimento deles, o que pode gerar penalidades severas.

Abaixo, listamos três equívocos que os empresários e gestores cometem e que podem culminar em erros em relação aos Impostos, impactando a apuração de tributos.

 

Escolha do Regime Tributário

Muitas empresas não costumam avaliar se o regime tributário a qual estão enquadradas realmente é o mais eficiente. Por vezes acabam adotando aquele é mais fácil de operar (por exemplo, o Simples Nacional), ou aquele a que está acostumado a trabalhar. O ideal é que, pelo menos anualmente, esse assunto seja estudado e analisado, como forma de trazer menos desembolso de tributo possível dentro da legalidade.

 

Falta de Controles e Informações

Empresários e gestores devem ter controle sobre suas operações, como volume de compras, de faturamento, custos operacionais e gastos administrativos. Essas informações norteiam o profissional da área tributária e o ajudam a identificar cenários de riscos e oportunidades tributárias com maior rapidez e assertividade.

 

Não contar com profissionais especializados

A empresas devem investir em profissionais especializados, seja através de regime CLT ou consultorias. A análise e acompanhamento das operações pela ótica desses profissionais garante um planejamento preventivo efetivo e a execução das obrigações com maior nível de segurança, evitando expor a empresa a riscos tributários desnecessários.

 

Leia mais sobre Regimes tributários e o impacto de tributos nos negócios.

Rafael Ferrinho

Rafael Ferrinho possui mais de 10 anos de experiência no mercado, atuando com empresas pequeno, médio e grande porte de diversos seguimentos. Trajetória nas áreas de contabilidade (IFRS), tributária federal, estadual e municipal, exercendo a revisão na apuração dos tributos diretos e indiretos, efetuando gerenciamento de passivos fiscais, estudos e planejamentos visando a redução da carga tributária, levantamento de créditos tributários, bem como revisão de processos das áreas tributária e de contabilidade com vistas a identificar possíveis ganhos e eficiência entre equipes. Possui expertise em gestão de equipes e gerenciamento de projetos decorrentes do tempo de atuação na área. Siga seu perfil no LinkedIn.

Deixe uma resposta

Fechar Menu